Conclusivo – Dor nas Costas Pode Ter Consequências Ruins

QUER VER SUA MARCA AQUI?
SAIBA MAIS
!


A dor nas costas ou dor na lombar é responsável pela ocorrência de muitas visitas aos consultórios médicos. Uma queixa comum tanto entre o público mais jovem quanto para as pessoas de idade mais avançada.

A dor nas costas incomoda muito, pois, dependendo da intensidade, chega a imobilizar o indivíduo.

Na grande maioria das vezes, são dores que acarretam mudanças no estilo de vida do paciente.

Nisso incluso, redução de movimentos e atividades, o que compromete a qualidade de vida do indivíduo, de maneira significativa.

Dores nas costas são associadas, muitas vezes, a problemas posturais.

Isso por que, as pessoas adotam hábitos inadequados de postura durante a realização de atividades.

Mais de 70% dos casos de dores nas costas estão relacionados com a má postura do cotidiano.

Até mesmo a manutenção de uma posição estática pode comprometer a saúde da coluna vertebral, contribuindo para o surgimento da dor nas costas.

Entretanto, o problema causador pode, muitas vezes, não ter a sua origem na própria coluna vertebral, mas sim remeter a outras afecções no corpo.

Dor nas costas pode ser sinal de problemas em outras partes do corpo

Algumas doenças da coluna, acabam afetando também, outras regiões do corpo.

É o caso, por exemplo, da dor no nervo ciático inflamação ou dano no nervo ciático, localizado desde a coluna lombar até os pés.

Dentre os sintomas da dor ciática está a irradiação de desconfortos como; dores, formigamento, sensação de queimação, etc.

De igual modo, dores na coluna podem ser consequência de outras complicações de saúde, não, necessariamente, de origem nesta região.

Como, nenhum tipo de dor deve ser ignorado, principalmente, os tipos mais persistentes, o ideal é consultar um médico.

O tratamento efetivo das dores através da ajuda de um médico especialista.

O tratamento deve ser multidisciplinar, envolvendo diferentes tipos de exames a serem realizados por diversos médicos, para só então iniciar um atendimento específico para aquele quadro.

Os riscos da automedicação nos casos de dores nas costas.

Utilizar analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares é perigoso.

Principalmente, se o paciente não sabe ainda a causa das dores nas costas e não recebeu uma prescrição médica adequada de medicamentos.

No entanto, o melhor tratamento ainda é a prevenção!

Cuidados com a sobrecarga de trabalho e durante as atividades domésticas devem ser adotados.

Bem como, realizar momentos de relaxamento ao longo do dia.

O exercício físico também é uma importante ferramenta, pois, uma vez praticado regularmente, proporciona a melhora do condicionamento físico.

Controlando assim, o aparecimento de lesões e viabilizando preparo muscular para a rotina diária.

Dor nas Costas 2

QUER VER SUA MARCA AQUI?
SAIBA MAIS
!


Tipos de dores nas costas

Várias são as causas de dor na região lombar, torácica e cervical.

Entre os principais tipos estão:

Dor nas costas no lado direito ou esquerdo

As dores de origem ortopédica nessa região podem ser hérnias, artrose e muscular.

Caso sejam agudas podem ser tratadas apenas com anti-inflamatórios.

Quando crônicas, exercícios como o pilates ou fisioterapia e RPG podem ser medidas importantes no tratamento.

Os casos que não melhoram, algumas vezes, podem necessitar de tratamento cirúrgico.

Dor nas costas ao respirar

Na grande maioria das vezes são dores com causas musculares.

Quando duram mais de 15 dias muitas vezes estão associadas com um período de ansiedade ou angústia no momento.

O uso de anti-inflamatórios e relaxantes musculares pode melhorar o quadro agudo.

Porém, pacientes que apresentam dores crônicas necessitam muitas vezes de acompanhamento psicológico ou psiquiátrico para tratar estes problemas.

Uma doença comum de dar estes sintomas é a fibromialgia.

Dor nas costas na região dos rins

Na maioria das vezes pode ser cálculo renal.

Uma dor em cólica de grande intensidade que deve ser avaliado de forma emergencial.

Deve ser tratada por um urologista especialista no assunto.

Dor nas costas que irradia para as pernas

As dores que irradiam para as pernas são em decorrência das hérnias discais.

O que dói não é a herniação do disco e sim o fato de ele estar comprimindo o nervo ou a medula.

Na maioria das vezes a dor irradia para face posterior da coxa (compressão do nervo ciático).

O tratamento inicial é conservador, sendo realizado uso de medicações anti-inflamatórias e analgésicas e saindo da fase aguda indicado fisioterapia e RPG para evitar futuras crises.

Dor nas costas que causam aperto no peito

Dor em aperto no peito sempre deve ser avaliado de forma emergencial por um clínico geral ou cardiologista.

Isso por que, pode ser uma doença de origem cardíaca ou um sintoma de uma doença psiquiátrica.

Causas da dor nas costas

Entre as principais causas de dor nas costas estão:

  • Exercícios praticados de maneira errada ou com carga muito alta,
  • Má postura,
  • Sedentarismo,
  • Hérnia de disco,
  • Ciática,
  • Artrose,
  • Lombalgia,
  • Dorsalgia,
  • Espondilite anquilosante,
  • Espondilolistese,
  • Alterações na coluna como lordose, escoliose e cifose,
  • Estenose espinhal,
  • Aneurisma na aorta,
  • Síndromes de dor músculo-esquelética, como fibromialgia ou polimialgia,
  • Infecções dos ossos da coluna vertebral como osteomielite,
  • Quedas,
  • Estresse.

Distúrbios intra-abdominais também podem causar dor irradiada nas costas, entre eles:

  • Apendicite,
  • Cálculo renal,
  • Pedra na vesícula,
  • Infecções da bexiga,
  • Endometriose,
  • Câncer de ovário,
  • Cistos ovarianos,
  • Torção testicular.

Fatores de risco da dor na lombar

Qualquer pessoa pode desenvolver dores nas costas, até mesmo crianças e adolescentes.

No entanto,existem alguns fatores adicionais que podem colocá-lo em maior risco de desenvolver dor na lombar:

  • Idade: a dor nas costas é mais comum à medida que você envelhece, começando por volta dos 30 ou 40 anos,
  • Falta de exercício: músculos fracos e não usados nas costas podem levar a dores nas costas,
  • Excesso de peso: carregar peso demais causa estresse extra nas suas costas,
  • Doenças: alguns tipos de artrite e câncer podem contribuir para a dor nas costas,
  • Levantamento inadequado de objetos: usando suas costas em vez de suas pernas pode levar a dor na lombar.
  • Condições psicológicas: pessoas propensas a depressão e ansiedade parecem ter um risco maior de dores nas costas,
  • Fumar: isso pode impedir seu corpo de fornecer nutrientes suficientes para os discos nas costas.

Sintomas de Dores nas costas

Os principais sintomas de dor nas costas podem incluir:

  • Dor muscular
  • Dor aguda na região
  • Dor que irradia para perna
  • Flexibilidade limitada ou problemas nos movimentos das costas
  • Diagnóstico e Exames
  • Buscando ajuda médica

É importante procurar ajuda médica para descobrir a causa da dor e seguir com o tratamento indicado pelo médico.

Ao chegar à consulta, o médico fará uma série de perguntas sobre a área das costas que está doendo.

Perguntará sobre seus hábitos alimentares, as atividades físicas que pratica, além de pedir informações sobre o seu trabalho e ritmo de sono.

Especialistas que podem diagnosticar a dor nas costas são:

  • Clínico geral
  • Ortopedista
  • Reumatologista

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo.

Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • A sua dor é de apenas um lado ou ambos os lados?
  • Como é a dor que está sentido? É cortante, latejante, ela queima?
  • Esta é a primeira vez que teve dores nas costas?
  • Quando a dor começou? Ela começou de repente?
  • Você sofreu algum acidente recentemente?
  • O que você estava fazendo antes de iniciar a dor? Você estava levantando pesos? Estava sentado ou dirigindo?
  • Se você já teve dor nas costas antes, essa dor é semelhante ou diferente?
  • Você sabe a causa de episódios anteriores de dor na lombar?
  • Quanto tempo cada episódio de dor nas costas costuma durar?
  • Você sente a dor em qualquer lugar que não seja no quadril, coxa, perna ou pé?
  • Você tem alguma dormência ou formigamento?
  • Há qualquer fraqueza ou perda de função em sua perna ou em outro lugar?
  • O que piora a dor? Elevação, torção, em pé ou sentado por longos períodos de tempo?
  • O que faz você se sentir melhor?
  • Existem outros sintomas presentes? Perda de peso? Febre? Dificuldade de urinar? Mudança nos hábitos intestinais?

Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante.

Isso garante que você conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes da consulta acabar.

Conheça 12 exercícios de alongamento para aliviar a dor nas costas

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.