5 Dicas Para Quem Sofre Com Dentes Sensíveis

É comum que pessoas sintam dor nos dentes ao ingerirem alimentos extremamente gelados, como sorvetes e picolés, porém, isso é um sinal de má saúde e dentes sensíveis. Assim, os cuidados com a sensibilidade nos dentes é crucial, pois ela impede a ingestão de água gelada, comer um brigadeiro ou até mesmo tomar um café. 

Essa sensibilidade dentária é vinda de uma falha na proteção dos dentes, devido à corrosão do esmalte ou retração da gengiva, deixando a estrutura interna exposta. 

Com isso, a dentina – parte do dente que recobre o nervo – não recebe a devida proteção e as mudanças de temperatura e certos alimentos (ácidos ou doces) podem causar hipersensibilidade. 

Existe um grande número de poros ou tubos microscópicos (túbulos) na dentina, que vão da face externa do dente até a polpa gengival, no centro. Quando há a exposição, esses túbulos podem ser estimulados por mudanças de temperatura de determinados alimentos. 

A sensibilidade dos dentes podem ser originadas de formas diferentes, sendo necessária a supervisão e avaliação do dentista. São origens da sensibilidade:

  • Cárie;
  • Doença gengival;
  • Desgaste do esmalte;
  • Retração gengival.

Formas de tratamento de dentes sensíveis

Existem formas de evitar e tratar o problema de hipersensibilidade, que vão desde os cuidados básicos com a saúde bucal até procedimentos odontológicos, como o uso de lente de contato dental

Confira alguns cuidados que podem contribuir para a manutenção dos dentes fortes e sadios. 

1. Escovação

A primeira recomendação é básica e insubstituível, pois é a melhor forma para cuidar dos dentes. 

Assim, escovar os dentes todos os dias, três vezes ao dia, é fundamental para a prevenção de surgimento de doenças bucais, como a cárie e a sensibilidade.

Vale lembrar que a escovação dos dentes deve ser feita da gengiva para fora, fazendo movimentos circulares ou verticais, em 10 segundos a cada dois dentes. 

Toda escovação deve ser finalizada bochechando 20 ml de enxaguante bucal, sem limpar a boca com água ao final para que não se perca o efeito do produto sobre a boca. 

2. Cremes dentais

Os cremes dentais são importantes para o polimento e a limpeza dos dentes, porém, quando usados em excesso, há o desgaste do esmalte e aumento da sensibilidade.

Portanto, é recomendável utilizar pouca pasta dental e optar por cremes com baixa abrasividade e alta concentração de flúor. Com isso, os dentes ficarão mais fortes e resistentes. 

3. Dentista

A ida a cada seis meses ao dentista é fundamental para os cuidados com a saúde bucal. 

Na consulta rotineira, o profissional acompanha como está o estado da boca, faz a limpeza do tártaro e injeta flúor nos dentes para que eles fiquem mais fortes.

Para quem faz uso de procedimentos ortodônticos, como prótese sobre implante dentario, a ida ao dentista com frequência é essencial. 

Isso porque o profissional irá avaliar o estado do procedimento e orientar para as ações recomendadas de manutenção e cuidado.

4. Procedimentos 

Existem procedimentos para a readequação dos dentes para o estado ideal, tanto de seu desenvolvimento como de sua postura/posição.

Para quem precisa desse tipo de tratamento, mas não quer sofrer um impacto estético muito forte, existe o aparelho dental transparente, que tem o fio incolor, diminuindo a notoriedade de sua presença nos dentes. 

Além disso, o posicionamento dos dentes pode influenciar em diversos aspectos da saúde bucal. Inclusive, aumentando a tensão entre as estruturas, o que pode influenciar na sensibilidade.

Mais ainda, quando algum dente já está em estágio alto de acúmulo de bactérias e cáries, causando muita dor, incômodo e atrapalhando um sorriso bonito no rosto, existem procedimentos para tratar o problema e não proliferar bactérias para o restante da boca e para o corpo, um deles é o implante dental

5. Alimentação

Outro fator que deve chamar a atenção de pessoas que sofrem com hipersensibilidade dos dentes é quanto à alimentação.

Isso porque os alimentos entram em contato direto com a arcada dentária e a boca como um todo, podendo contribuir com o problema e sendo determinantes na sua identificação.

Por isso, devem ser evitados os alimentos e bebidas ácidas como refrigerantes, café, molhos cítricos, cerveja, tomate e limão, pois eles possuem componentes que provocam a corrosão do esmalte dentário. 

Por fim, o açúcar é outro alimento que demanda atenção, sendo conhecido como o maior inimigo da saúde bucal. 

Aliás, talvez você queira ler nosso post sobre os 13 Malefícios do Açúcar

Isso ocorre porque a sacarose alimenta as bactérias presentes na boca, desintegrando o esmalte do dente. 

Quando esses alimentos são consumidos frequentemente, o esmalte dental sofre com erosão, ficando mais fino e criando maiores chances de geração de cárie e sensibilidade nos dentes. 

Com certos cuidados no cotidiano, a saúde bucal fica intacta e problemas como a sensibilidade nos dentes diminuem, dando uma melhor qualidade de vida

Quer cuidar dos dentes sensíveis?

Visite o seu dentista regularmente.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Vue Odonto, uma rede especializada em atendimento odontológico com enfoque na humanização.

1 comentário em “5 Dicas Para Quem Sofre Com Dentes Sensíveis”

  1. Pingback: Veja Como Melhorar Sua Saúde Bucal Com as 5 Dicas Para Evitar a Gengivite

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima